Pedalando e aprendendo


Acredito muito na conciliação entre atividade física e saúde mental. Confesso que tenho mais afinidade com atividades intelectuais e reflexivas do que com a prática de exercícios. Mas estou descobrindo com o incentivo do Antonio (meu esposo), a grande contribuição da atividade física para meu corpo e mente. Um exemplo de como essa combinação é frutífera, foi um novo aprendizado que tive no passeio de bike que realizamos no último final de semana.


Antonio sempre me dá dicas de como melhorar a performance no pedal. Dessa vez, ele me alertou sobre o esforço excessivo que faço, pedalando várias vezes em uma marcha mais leve na bike. Ele disse que se eu colocasse uma marcha mais pesada, pedalaria menos e a bike ganharia impulso. Claro, que ele já havia dito isso antes, mas eu, como uma boa ariana, não ouvi. Mas dessa vez, resolvi tentar. Realmente, notei que a bicicleta ganhou força e eu não precisei ficar pedalando tantas vezes sem ganhar velocidade.


Quando percebi isso, automaticamente, refleti sobre momentos da vida que fiquei me debatendo, usando minhas habilidades e técnicas de maneira inadequada, mantendo o mesmo padrão sem olhar para outras possibilidades de pensamento e ação.


Você também já passou por isso? Quantas vezes evitamos olhar para novas formas de fazer e pensar, porque acreditamos que já sabemos. Estamos em constante crescimento, sempre podemos aprender, inclusive ouvindo aqueles que nos amam. Pode ser que algumas opiniões não sejam exatamente o que gostaríamos de ouvir, mas seja exatamente o que precisamos para aquele momento. Como eu precisava de uma marcha mais pesada para ganhar velocidade e reduzir o esforço, há fases da nossa vida que os desafios se tornam pesados, mas é aí que descobrimos potencialidades e nos reconhecemos como fortes e capazes.


Tenho aprendido isso com as pedaladas, que sou capaz, sou forte, posso me arriscar e aprender. Só que eu busquei e encontrei o meu momento para fazer isso, escolhi a bicicleta que combinou comigo, sei que ainda tenho algumas limitações, mas que com o tempo, a paciência e a persistência continuarei aprendendo, cuidando da saúde e me divertindo!

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo